Algumas considerações sobre o Regulamento Geral de Proteção de Dados

Algumas considerações sobre o Regulamento Geral de Proteção de Dados

"Segundo a consultora Sandra Veloso, da empresa Data Privacy ON, o novo regulamento é uma questão que deve dizer respeito a todas as pessoas das empresas, desde os executivos e altos quadros até aos profissionais com menores poderes de decisão, mas pelas mãos dos quais passam dados pessoais. Não é necessário que todos sejam especialistas em RGPD, ainda que seja aconselhável que todos tenham pelo menos uma noção deste regulamento."

Read More

A banca como a conhecemos acaba no início do ano

No início de 2018 entra em vigor a diretiva europeia que vai regular as novas tecnologias na banca. "Alguns Davides podem vencer certos Golias", disse o comissário europeu Carlos Moedas em Lisboa. As instituições financeiras vão perder o monopólio dos seus dados e pagamentos. Veja o que vai mudar na sua relação com os bancos.

A diretiva em causa chama-se Diretiva dos Serviços de Pagamentos revista, mais conhecida pela sigla anglosaxónica PSD2. Em termos simples, a diretiva quer acabar com o monopólio que as instituições financeiras têm sobre a informação financeira dos seus clientes e sobre os serviços de pagamentos. Isto significa que qualquer empresa, devidamente licenciada mas sem estar sujeita à pesada regulação financeira, pode (se os clientes bancários autorizarem) passar a ter informação sobre as contas bancárias das pessoas — e não só: podem passar, também, a ter uma linha direta para iniciar a transferência.

Fonte: Observador.pt

Autor: Edgar Caetano
http://observador.pt/videos/atualidade/vem-ai-grandes-mudancas-na-sua-relacao-com-os-bancos/